Bem vindo  

Painel do Associado

Bio-Manguinhos e IBMP estão na luta contra a doença de Chagas

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), dois associados da ABIFINA, são parceiros em uma iniciativa inédita de combate à doença de Chagas.

Eles participam do desenvolvimento do primeiro kit de diagnóstico molecular – o Kit NAT (Nucleic Acid Test) Chagas, conduzido pelo Laboratório de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).

A tecnologia teve o pedido de registro aberto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em setembro de 2021 e será distribuída para o Sistema Único de Saúde (SUS).  São usados somente insumos nacionais, fornecidos pelo IBMP.

A validação do kit está incluída no projeto “Integra Chagas Brasil”, que será promovido pela Fiocruz e o Ministério da Saúde com o objetivo de aumentar o acesso à detecção e ao tratamento da enfermidade.

Essa é uma das chamadas doenças negligenciadas – causadas por agentes infecciosos ou parasitas, prevalentes principalmente em populações de baixa renda. São um problema global, pois recebem baixos investimentos em pesquisas, produção de medicamentos e medidas de controle.

Estima-se que, após a elevada incidência da doença ao longo do século XX, um milhão de pessoas no Brasil estejam afetadas por Trypanosoma cruzi (protozoário causador da doença), conforme publicado no Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde de abril de 2021. O acesso ao diagnóstico é uma das barreiras ao tratamento.