Bem vindo  

ASSOCIADO EM FOCO

Receita de Viracopos cresce 45% dois anos após autorização para receber produtos farmacêuticos (01/09/2022)

Para farmacêutica EMS, com sede em Hortolândia (SP), aeroporto é considerado estratégico pela proximidade e segurança que traz à operação

30 de agosto de 2022 – Dois anos após ser incluído pelo Ministério da Saúde na rede nacional de pontos de entrada e saída de medicamentos e vacinas, o Aeroporto de Viracopos registrou entre janeiro e junho deste ano um aumento de 45% na receita com o processamento de cargas da indústria farmacêutica, na comparação com o primeiro semestre de 2021. 

No período, a importação cresceu 5,8%, com volume de mais de 75 toneladas de insumo. No caso da exportação, a alta foi de 15,73%, com saída de mais de 56 toneladas de carga. O aeroporto também recepcionou 210 milhões de doses de vacinas contra a convid-19 que vieram do exterior para o Brasil nos últimos dois anos. Por Viracopos, também chegam os insumos, máquinas e peças do laboratório farmacêutico EMS. 

Jussara Neves, diretora de suprimentos da EMS, explica que a proximidade de Viracopos proporciona segurança aos processos e ajuda a diminuir os impactos negativos que a pandemia da covid-19 e a guerra entre Rússia e Ucrânia geraram para as operações logísticas. “Nós tivemos um aumento no valor do frete, escassez de contêineres marítimos, o que acabou aumentando a demanda pelo frete aéreo. Todos os fatores geraram atraso no recebimento dos insumos do País. Para a EMS, o aeroporto é muito estratégico tanto pela proximidade com nosso complexo industrial, que está localizado em Hortolândia (SP), quanto pela segurança e previsibilidade que ele traz à nossa operação como um todo”, afirma.

Sobre a EMS

A EMS, maior laboratório farmacêutico no Brasil, líder de mercado há 16 anos consecutivos, pertence ao Grupo NC. Com 58 anos de história e mais de cinco mil colaboradores, atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, fabricando produtos para praticamente todas as áreas da Medicina. Tem presença no mercado norte-americano com a sua controlada Vero Biotech, localizada em Atlanta, Geórgia (EUA), por meio da qual a EMS obteve em 2019 a aprovação de seu primeiro produto revolucionário, fruto de inovação radical, submetido à FDA (EUA), posicionando o laboratório como uma empresa inovadora no mercado global. A EMS também investe consistentemente em inovação incremental, em genéricos de alta complexidade e é uma das acionistas da Bionovis, de medicamentos biotecnológicos – considerados o futuro da indústria farmacêutica. A empresa possui unidades produtivas em Jaguariúna (SP); em Brasília (DF); em Hortolândia (SP), onde funcionam o complexo industrial, incluindo o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, um dos mais modernos da América Latina, e a unidade totalmente robotizada de embalagem de medicamentos sólidos; e conta também com a Novamed, localizada em Manaus (AM), uma das maiores e mais modernas fábricas de medicamentos sólidos do mundo. Na Sérvia, possui a farmacêutica Galenika, adquirida em 2017 como parte do processo de internacionalização da companhia. A EMS exporta para 55 países e tem, na Itália, o laboratório de pesquisas MonteResearch. A empresa mantém um histórico consistente de iniciativas sociais, culturais, ambientais e esportivas dentro e fora do país como uma forma concreta de também promover saúde e qualidade de vida.

Divulgação EMS