Bem vindo  

ACONTECE NA ABIFINA

Akira Homma recebe o prêmio Alcebíades de Mendonça Athayde de Mérito Industrial (12/07/2018)

Akira Homma e George Cassim
Foto: André Telles

Akira Homma foi homenageado na quinta-feira, 12 de julho, na reunião do Conselho Administrativo da ABIFINA, com o Prêmio Alcebíades de Mendonça Athayde de Mérito Industrial. A premiação é entregue anualmente pela entidade a profissionais que contribuem de maneira significativa ao desenvolvimento industrial e tecnológico do complexo da química fina no Brasil. A homenagem chega à sua segunda edição em 2018. A cerimônia de entrega foi realizada na sede da entidade.

Vice-presidente de Biotecnologia da ABIFINA e assessor científico de Bio-Manguinhos, Homma é colaborador de longa data da entidade. Por seu empenho na capacitação tecnológica do país para a produção de diversas vacinas, o pesquisador foi elogiado por profissionais do setor presentes no evento.

“A contribuição de Akira para a produção de vacina contra a febre amarela e os acordos que permitiram a fabricação de vacinas contra o sarampo e a poliomielite são exemplos da importância imensurável deste pesquisador para a saúde pública no Brasil”, ressaltou Nelson Brasil, vice-presidente de Planejamento Estratégico da ABIFINA. “Akira é um dos precursores do período moderno do fortalecimento do pacto de vacinas brasileiro, com a constituição de pelo menos dois grandes institutos, Bio-Manguinhos e o Instituto Butantã”, destacou Jarbas Barbosa, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Emocionado, Homma agradeceu a homenagem e a dedicou aos colegas de trabalho. “Agradeço a gentileza dos meus amigos ao concederem esse prêmio, que não é para mim, é para os companheiros de Bio-Manguinhos, que contribuíram direta e indiretamente”, disse. O epidemiologista aproveitou a ocasião para lembrar a atuação do empresário que dá nome ao prêmio, Alcebíades de Mendonça Athayde, fundador da Libbs. “Ele era um visionário inovador e obstinado empreendedor”, reconheceu.

 

Acesse aqui as falas de Nelson Brasil e Akira Homma.  

Galeria de imagens